as-duas-metadesCada dia fica mais nítida a existência de dois DEM no Rio Grande do Norte. Não falam a mesma língua há tempos.

Temos o DEM agripinista, sob a batuta do senador José Agripino, além do DEM “rosalbista”, personificado pela governadora Rosalba Ciarlini.

Uma metade quer sobreviver ao desastre do Governo Rosalba; a outra metade, também.

Os dois sofrem atrofia comum.

A meta não é crescer para multiplicar, mas sobreviver para se recompor.

Em 2014, o DEM pode fechar um ciclo ou ganhar sobrevida.

O rosalbismo ainda sonha em fazer acontecer. O agripinismo quer tudo pra “já”.

O DEM que vai sair das urnas jamais será o mesmo.