Presidente da Câmara Jadson Mendes (Foto: Pedra Preta News)
Presidente da Câmara Jadson Mendes (Foto: Pedra Preta News)

Em sessão realizada nesta segunda-feira (24), na Câmara Municipal, o debate girou em torno do Projeto de Lei 002/2014, do Executivo, que tinha como objetivo regulamentar a Estrutura Administrativa do Município, bem como criar novos cargos na administração.

Após muita discussão, o projeto foi rejeitado por maioria, com ajuda de um voto da situação, da vereadora Cathyrene Barbosa (PSC), que não sendo atendida sua reivindicação, por parte do executivo, manteve sua posição da sessão anterior e votou contra.

Pior para o vereador “de oposição” João Maria Silva (PMDB), que não seguindo a orientação de sua bancada, teve seu voto sem efeito para o governo, a quem há poucos dias declarou o seu apoio. A bancada oposicionista alegou não aprovar o projeto, visto que, no mesmo, além de conter gratificações absurdas, muitos cargos inexistentes, contradizendo a Lei 333/2011, que regulamentou a Estrutura Administrativa do município. Só para lembrar, na Lei anterior havia 75 cargos, 14 a menos que na enviada pelo atual prefeito, que continha 89.