Câmara se reúne com assessorias para discutir repasse do duodécimo (Foto: Sezimar)
Câmara se reúne com assessorias para discutir repasse do duodécimo (Foto: Sezimar)

A celeuma com relação ao repasse do duodécimo da Câmara Municipal de Jardim de Angicos teve mais um capítulo nesta segunda-feira(12) quando as assessorias jurídicas da Prefeitura, representada pelo advogado João Eudes e assessor contábil, Francis Tony; e Câmara Municipal, representada pelo advogado Dr. Aldo e o assessor contábil, Reinaldo Bezerril; estiveram reunidas discutindo o tema e cada uma defendendo sua tese. A reunião entre as assessorias, o contador da Casa Legislativa e os vereadores ocorreu antes da sessão ordinária e com a porta fechada.

Dr. João Eudes, Assessor Jurídico da Prefeitura e Toninho Assessor Contábil (Foto: Sezimar)
Dr. João Eudes, Assessor Jurídico da Prefeitura e Toninho Assessor Contábil (Foto: Sezimar)

Foram quase duas horas de embate e no final o presidente da Câmara, vereador Alexis Lima fez um resumo do que foi tratado anunciando que não houve convencimento de ambas as partes e que a Câmara aguardará decisão da Justiça, já que o caso tramita na Promotoria Pública.

Na sessão ordinária, o advogado da Prefeitura, Dr. João Eudes fez uma explanação sobre o entendimento da prefeitura e fez ver que a municipalidade não tem nada a ver com relação a redução de vencimentos dos vereadores e que com relação ao repasse do duodécimo a Prefeitura está cumprindo o acordo firmado entre a Câmara, Prefeitura e suas assessorias jurídicas junto ao Ministério Público.

Presidente da Câmara, vereador Alexis Lima, Dr. Aldo, Assessor Jurídico da Câmara e Reinaldo Bezerril, contador da Câmara (Foto: Sezimar)
Presidente da Câmara, vereador Alexis Lima, Dr. Aldo, Assessor Jurídico da Câmara e Reinaldo Bezerril, contador da Câmara (Foto: Sezimar)