A prefeita de Jardim de Angicos, Suely Fonseca Bezerra de Lima (PMDB), recebeu esta semana o comunicado do Governo do Estado através do oficio nº 154/2014 infomando que o Município foi contanplado com cisternas de consumo.

De acordo com a prefeita, o pedido foi feito através do ofício nº 034/2014 e atendido pela Secretária do Estado, Shirley Targino. A cidade conseguiu 30 cisternas de primiera água e 50 cisternas de calçadão para a população.

MAIS DETALHES

A cisterna calçadão é uma alternativa que os agricultores da região do semiárido vão ter para armazenar água de chuva e produzir alimentos. Esse modelo de cisterna tem como característica principal a captação da água de chuva em uma área cimentada chamada de calçadão construída de alvenaria com dimensões de 10 x 20 metros equivalente a 200 metros quadrados. Essa área pode captar um volume considerável de água para a cisterna que tem capacidade para 52 mil litros. Com essa água o agricultor pode cultivar fruteiras em uma área de 30 x 30 metros no espaçamento de 5 x 5 metros, que também faz parte do projeto.

Cisternas-Calçadão. Mais uma opção de armazenamento de água na região nordeste
Cisternas-Calçadão. Mais uma opção de armazenamento de água na região nordeste

As cisternas de primeira água (consumo humano) tem capacidade para armazenar 16.000 litros de água. Feitas nas mais distantes localidades do Estado, elas garantem o armazenamento de água da chuva e se tornam muito importantes para a vida das famílias de agricultores.

A categoria “primeira água” é a destinada para consumo humano.
A categoria “primeira água” é a destinada para consumo humano.