Caminhada pelas ruas da cidade ( Foto: André Correia)
Caminhada pelas ruas da cidade ( Foto: André Correia)

Com o objetivo de mobilizar a comunidade sobre um problema que a cada dia se torna mais preocupante, a prefeitura de São Miguel do Gostoso/RN, na gestão da prefeita Fafá Dantas, através da Secretaria da Assistência Social promoveu na tarde deste sábado (17), uma caminhada pelas principais ruas da cidade, contra o abuso sexual de crianças e adolescentes.

Prefeita Fafá esteve presente (Foto: André Correia)
Prefeita Fafá esteve presente (Foto: André Correia)

A mobilização é nacional. Há 13 anos, o dia 18 de Maio foi instituído, através da Lei Federal nº 9.970/00, como “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Criança e Adolescente”. Este dia foi escolhido porque no ano 1973, em Vitória (ES), uma criança de 8 anos foi raptada, estuprada e assassinada por jovens de classe média alta. O crime ficou conhecido como “Caso Araceli” e até hoje está impune.

A manifestação em Gostoso começou no início da cidade, no bairro do Santo Cristo – percorreu as ruas principais da cidade e foi encerrada com um grande ato no centro. Ali, foi prestada uma homenagem a Maria Vitória Henrique da Costa, estuprada e morta no ano passado.

Maria Vitória tinha 13 anos quando foi assassinada. Ela estudava no Colégio Zuza Torres. Uma representante do Zuza Torres leu um texto lembrando sua passagem pela escola, um momento de forte emoção. Maria Vitória morava no bairro do Maceió e foi assassinada em janeiro de 2013.

Palavras das autoridades Foto: André Correia
Palavras das autoridades
Foto: André Correia

Hoje Maria Vitória é um símbolo da luta contra o abuso sexual de crianças e adolescentes em São Miguel do Gostoso.

Participaram da caminhada, estudantes, servidores da educação, câmara de vereadores, assistência social e população em geral. A concentração foi iniciada as 15:30h em frente ao “Posto de Gasolina”. “É muito importante que todos se juntem à essa luta em defesa dos direitos da crianças e dos adolescentes. As pessoas não podem se calar. Devemos denunciar e não permitir que um crime hediondo seja cometido contra nossas crianças e adolescentes. A cidade de São Miguel do Gostoso está fazendo a sua parte”. Afirmou a prefeita Fafá

A denúncia é um importante instrumento de intervenção da sociedade no sentido de coibir a prática do abuso e da exploração sexual de crianças e adolescentes. O Disque 100 funciona diariamente, das 8 às 22h, inclusive nos finais de semana e feriados. Qualquer pessoa pode utilizar o serviço – adultos, crianças e adolescentes – e é garantido o anonimato.