Camila Torres
Repórter da Inter TV CAbugi Camila Torres

A InterTV Cabugi levou ao ar no RN TV – 1ª edição desta quarta-feira(16) a situação caótica da Saúde pública de João Câmara, principalmente no que se refere a falta de médicos no Hospital Regional Josefa Alves Godeiro. Responsável pelo atendimento de mais de 20 municípios do Mato Grande e até regiões vizinhas, o Hospital Regional enfrenta uma de suas piores crises com a falta de médicos.

Médico Willame Cabral
“Muitas vezes você tem que decidir quem vai se salvar e quem vai morrer”, Médico do Hospital em João Câmara Willame Cabral.

A reportagem feita ontem e exibida hoje, começou mostrando o descontentamento da população ao procurar atendimento na unidade. Em seguida foram ouvidos relatos constrangedores da falta de médico e de atenção do governo do Estado para com a unidade hospitalar.

Denise Aragão , diretora geral do Hospital
“Os dez médicos convocados pelo estado não ficaram aqui. Cinco não assumiram e cinco foram transferidos”, Dra. Denise Aragão, Diretora Geral do Hospital de João Câmara

O médico de plantão na unidade ontem, Dr. Willame abriu o verbo e denunciou o problema chegando inclusive a afirmar que a unidade não tem condições de funcionar da maneira em que se encontra. A diretora do Hospital, Dra. Denise Aragão disse que tem feito sua parte em solicitar providências da Sesap, comunicando diariamente o problema.

Andrelucia Cordeiro, Secretária Municipal de Saúde de João Câmara
Andrelucia Cordeiro, Secretária Municipal de Saúde de João Câmara

A secretária de saúde do município, Andrelúcia Cordeiro e o secretário de Saúde do Estado, Luiz Roberto, foram ouvidos pela reportagem e mais uma vez ficou naquele jogo de afirmações e na promessa de que o caso será amenizado nos próximos dias.

Luiz Roberto Fonseca, Secretária Estadual de Saúde do RN
“O município de João Câmara deveria ter seu pronto socorro, sua maternidade, mas não tem, tudo é feito dentro do hospital que é do Estado e não do município”, Luiz Roberto Fonseca, Secretária Estadual de Saúde do RN

1
COMENTÁRIO

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
  • hospital.guando nao temedico nao tem remedio apopulaçao eguem sofre

Comentários estão fechados.