Bebê é achada viva em sacola plástica
Bebê é achada viva em sacola plástica Foto: Diário do Potengi

A bebê Helena Vitória foi amamentada por uma moradora grávida logo após ser encontrada no início da tarde desta quarta-feira (2) no distrito Campos Novos, em Santa Maria, cidade da região Agreste do Rio Grande do Norte.

A vizinha professora Ivanilde Félix de Araújo foi a responsável por achar a criança debaixo de uma goiabeira no quintal de uma casa, dentro de uma sacola plástica, chorando e com parte dos cabelos raspados.

A professora relata que ouviu o choro da bebê e foi com um vizinho ver o que estava acontecendo. “Escutei o choro do outro lado do muro e quando vimos a sacola estava no quintal da casa vizinha”, conta Ivanilde.

De acordo com ela, a menina chorava e aparentava estar sufocada na hora em que foi retirada da sacola. “Estava ficando roxa e chorava bastante. Uma moradora por nome de Lucineide apareceu na hora e se ofereceu para amamentar pois o choro podia ser de fome. A menina foi amamentada duas vezes e se acalmou”, conta.

A recém-nascida de apenas quatro dias foi levada de casa na madrugada desta quarta e estava desaparecida desde então.

MAIS DETALHES

A mãe da criança, Maria Keliane Brito da Costa, de 18 anos, relatou que estava dormindo quando Helena Vitória foi levada. “Não ouvi o choro. Se ela tivesse chorado, eu teria escutado. Eu havia amamentado a minha filha por volta das 4h. Depois disso, fui dormir. Só acordei quando minha amiga me chamou perguntando pela Helena Vitória. Não sei como ela foi levada, pois não vi quando aconteceu”, disse. De acordo com a Polícia Civil, a mãe de Helena Vitória dormia no momento em que o bebê foi levado e o pai estava trabalhando.