Na última sessão da Câmara teve vereador da oposição que abriu o verbo com força. Ele alegou que tem colega vereador dentro do próprio grupo entrando em suas bases. A tendência é acirrar ainda mais os ânimos tendo em vista que um correligionário bem próximo ao grupo confidenciou que um dos 4 vereadores estaria fazendo corpo mole no apoio ao candidato a deputado Luiz Gomes. Cabe agora esperar quem seria esse vereador ou vereadora.