Vereador de Pedra Preta esclarece boatos sobre possível adesão à base aliada ao prefeito (Foto: Samara)
Vereador de Pedra Preta esclarece boatos sobre possível adesão à base aliada ao prefeito (Foto: Samara)

Na noite desta segunda (08), durante a última sessão ordinária do ano de 2014 da Câmara Municipal de Pedra Preta, o vereador Roberto Rivelino (PMDB) que é líder da bancada de oposição, rebateu boatos maldosos e absurdos que tomaram conta das rodas políticas do município nos últimos dias, envolvendo seu nome sobre uma possível adesão à base aliada ao prefeito Luiz de Haroldo (PROS).

Em discurso moderado e conciliador, o edil rebateu os boatos de que o mesmo iria receber a quantia de R$ 100.000,00 (Cem mil reais) e um carro 0km para integrar a bancada situacionista na Câmara Municipal. O mesmo alegou que nunca recebeu essa proposta, enfatizando em tom de indignação que não era “mercadoria”.

O vereador confirmou que participou sim de reuniões internas com o prefeito Luiz de Haroldo e os vereadores de sua base aliada, onde discutiram diversos assuntos, mas nunca sobre ofertas ou vantagens financeiras por parte da situação, assim como por parte do edil. Rivelino de forma muito transparente deixou todos esclarecidos relatando até que em uma das reuniões com o grupo de situação em que esteve presente, a vereadora Rosângela Teixeira lhe perguntou se o vereador iria se declarar publicamente quanto a sua posição política, respondendo a ela que naquele momento não tinha tomado nenhuma posição e se isso chegasse a acontecer, aconteceria de forma natural, da maneira que fosse ocorrendo os acontecimentos, como já tinha sido acordado, e ele não tinha nada a negar ou esconder de ninguém, e sim, trabalhar cada vez mais pelo município de Pedra Preta.

O mesmo finalizou seu discurso dizendo que esses boatos estavam precipitando uma possível decisão, antecipando de maneira suja os fatos, frustrando não só ele mas também o prefeito Luiz e os grupos de situação e oposição.

Fonte: Pedra Preta em ação