O novo ministro da Educação, Cid Gomes, deve anunciar na próxima quarta-feira (7) o novo valor do piso nacional dos professores do ensino básico. O reajuste deve ficar entre 12% e 14%. Na segunda e terça-feira, Cid conversa com representantes de secretários estaduais e municipais de educação, além de sindicalistas para definir o novo valor.

Nesta sexta-feira, o ministro também se reuniu com secretários do MEC.

Em janeiro de 2014, o reajuste foi de 8,32%, quando o salário dos professores passou para R$ 1.697.

O valor é reajustado anualmente, como determina a Lei do Piso (Lei 11.738/2008) e refletea variação ocorrida no valor anual mínimo por aluno, definido nacionalmente no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) do ano anterior. O valor é a remuneração mínima do professor de nível médio com jornada de 40 horas semanais.

O piso salarial passou de R$ 950, em 2009, para R$ 1.024,67, em 2010, e R$ 1.187,14, em 2011, conforme valores informados no site do MEC. Em 2012, o valor vigente era R$ 1.451 e, a partir de fevereiro de 2013, passou para R$ 1.567. O maior reajuste foi o de 2012: 22,22%.