Professores fazem manifesto pelas ruas da cidade
Professores fazem manifesto pelas ruas da cidade

Professores da rede municipal de ensino em João Câmara voltaram a fazer manifestação em frente a Prefeitura por pagamento de salário atrasado. Este foi o segundo movimento em menos de 60 dias, o primeiro foi em novembro devido o atraso no pagamento do vencimento de outubro.

Na manifestação de hoje, provida pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação – Regional de João Câmara, os trabalhadores em educação de um modo geral, pedem o pagamento do salário de dezembro que está em atraso para todos os servidores efetivos do município.

A manifestação puxada pelo coordenador regional do Sinte, professor José Teixeira, teve uma parada em frente a agência da Caixa Econômica e termino em frente a sede da Prefeitura, onde recebeu o apoio do vereador de oposição Holderlin Silva, que disse estar solidário com os funcionários do município que lutam para receberem seus salários.

O professor José Teixeira, disse que lamentava o fato da prefeitura está atrasando o pagamento dos servidores, haja vista que tinha a prefeitura de João Câmara como referência em não atrasar o pagamento e agora está ocorrendo justamente o contrário. Teixeira disse ainda que o momento só não foi maior, devido os professores estarem em período de férias.

Movimento dos professores em frente a sede da Prefeitura
Movimento dos professores em frente a sede da Prefeitura

Por Assis Silva