Em dez anos Lagoa do Boqueirão poderá ter manancial reduzido em até 80%
Em dez anos Lagoa do Boqueirão poderá ter manancial reduzido em até 80%

Nos próximos dez anos as perspectivas não são animadoras para os milhares de micro-agricultores que sobrevivem basicamente da Lagoa do Boqueirão no município de Touros-RN.

Estudos mais recentes dão conta que devido ao uso exaustivos do manancial da lagoa por algumas empresas localizadas nas proximidades, e que chegam a utilizar diariamente milhões de litros de água através de sistemas de irrigação sofisticados, essa fartura de água retirada diariamente da lagoa pode reduzir seu manancial em até 80% até meados da próxima década.

Enquanto a lagoa produz a riqueza de alguns poucos a grande maioria dos micro-agricultores que sobrevivem de seu manancial está com o futuro ameaçado.

Só para que se possa ter uma idéia, o que é retirado por dia pela agroindústria instalada nas proximidades do Boqueirão, daria para abastecer toda a comunidade local por dez anos.

Enquanto o manancial da lagoa vem baixando ano a ano, os empresários tentam colocar a culpa apenas na natureza pela falta de chuva para encher os reservatórios e tenta colocar sobre a população a responsabilidade de solucionar o problema economizando água.

Mas a verdade é que o uso doméstico equivale apenas a 6% do consumo de toda a água no país, ou seja, o consumidor residencial é o menos culpado pois consome pouco mais que 5% de toda a água utilizada.

Folha do Mato Grande