JARDIM DE ANGICOS-RN, 24.02.2018

Entenda como fica o financiamento de imóvel com a Caixa

178

Financiamento de imóvel usado com recursos da poupança exigirá valor de entrada maior
Financiamento de imóvel usado com recursos da poupança exigirá valor de entrada maior
Financiamento de imóvel usado com recursos da poupança exigirá valor de entrada maior
A partir da próxima segunda-feira (04/05), entram em vigor as novas regras da Caixa Econômica Federal (CEF) para financiamento de imóveis usados com recursos da poupança.

O banco reduziu o percentual que pode ser financiado com valores da poupança na aquisição de imóveis usados. A mudança não atinge os financiamentos pelo programa Minha Casa, Minha Vida, e os realizados com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Na prática, o consumidor terá que entrar com um valor maior de entrada para financiar um imóvel usado com a Caixa com recursos da poupança. O banco detém cerca de 70% dos financiamentos imobiliários no País.

As mudanças dizem respeito aos financiamentos feitos pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e Sistema Financeiro Imobiliário (SFI).

SFH

Esta modalidade permite o financiamento de imóveis com recursos da poupança e do FGTS – as mudanças valem apenas para as operações que envolvem a poupança. O SFH é utilizado para financiar imóveis de até R$ 750 mil em Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e no Distrito Federal. Nos demais Estados, o valor máximo é de R$ 650 mil.

Nesta modalidade, o financiamento máximo, que era de 80% do valor do imóvel, passa a ser de 50%.

Neste caso, por exemplo, na compra de um imóvel de R$ 500 mil, o consumidor terá de dar um valor de entrada de R$ 250 mil para financiar os demais 50% com a Caixa. Antes, a entrada seria de R$ 100 mil, já que o financiamento poderia ser de até 80% do valor do imóvel.

Simulação – imóvel de R$ 500 mil
SFH Teto de financiamento Valor de entrada Valor financiado
Regra nova 50% R$ 250 mil R$ 250 mil
Regra antiga 80% R$ 100 mil R$ 400 mil

SFI
O SFI é o sistema utilizada para financiamento cujo valor ultrapassa R$ 750 mil. Para essa modalidade, o banco reduziu o valor máximo de financiamento de 70% para 40%.

Numa compra de valor de R$ 1 milhão, será necessária uma entrada de R$ 600 mil para financiar os demais 40%. Pelas regras anteriores, o financiamento seria firmado com uma entrada de R$ 300 mil, uma vez que era possível financiar 70% do valor.

Simulação – imóvel de R$ 1 milhão
SFI Teto de financiamento Valor de entrada Valor financiado
Regra nova 40% R$ 600 mil R$ 400 mil
Regra antiga 70% R$ 300 mil R$ 700 mil

Poupança
O banco disse que as mudanças acontecem porque a prioridade neste ano será o financiamento de imóvel novo, com destaque para a habitação popular, que inclui operações do Minha Casa, Minha Vida e de recursos do FGTS.

As novas regras foram anunciadas pouco após o banco ter registrado a maior retirada mensal de recursos da história da poupança . Em março, os correntistas retiraram R$ 11,44 bilhões a mais do que depositaram na caderneta de poupança. Os saques superaram os depósitos em todos os meses do ano até março.

Fonte: Terra