Ônibus escolar tem sido alvo de vandalismo em Jardim de Angicos, RN

O ato de vandalismo praticado por alguns estudantes contra alguns ônibus tem indignado motorista e preocupado autoridades.

568

Uma realidade não muito distante, mas até pouco tempo para um morador do município de Jardim de Angicos se locomover até uma escola era uma situação muito complicada. Os estudantes tinham que andar muitas ”léguas” a pés, de bicicleta, no lombo de um animal e em raríssimos casos na carroceria de uma caminhonete ou caminhão.

Quem vivenciou essa realidade até mais ou menos a gestão passada, hoje ver com bons olhos a evolução desse quadro no município. Na atualidade, o transporte escolar público busca os estudantes em todas as suas localidades. Para essa empreitada, a Prefeitura Municipal de Jardim de Angicos conta com a disposição de uma frota própria de 4 ônibus. Estudar está muito mais fácil.

No entanto, na contramão desses avanços, é impossível pensar que exista hoje alguns estudantes que estão rasgando estofados, quebrando poltronas e brigando com colegas e até com os condutores. Acredita?! A depredação da frota escolar de Jardim de Angicos é algo que está chamando a atenção. O ato de vandalismo praticado por alguns estudantes contra alguns ônibus tem indignado motorista e preocupado autoridades.

A prefeita Suely Fonseca, após receber fotos e um relato assustador dos motoristas do transporte escolar municipal de Jardim de Angicos, procurou a nossa reportagem para dizer que um grupo de alunos está destruindo literalmente os novos ônibus que fazem parte do programa “Caminho da Escola”. Na última quarta-feira(17), um grupo de alunos rasgou com um estilete diversas poltronas do ônibus escolar.

A chefe do executivo disse que o caso será entregue para as autoridades competentes, para que apliquem as punições previstas na lei, mas vai mandar também o Secretário Educação procurar as diretorias das escolas, os alunos e os pais dos alunos para juntos encontrarem soluções para este problema, pois o que estes alunos estão fazendo é depredando o patrimônio publico e os primeiros prejudicados serão eles mesmos.

Alguns alunos que fazem uso do transporte dizem: “os ônibus são da prefeitura, do governo, vamos é quebrar mesmo”. Isto é um pensamento totalmente errado, pois os ônibus são de todos, para o uso dos próprios alunos. A Prefeitura de Jardim de Angicos salienta que destruir o patrimônio público é crime, e quem assim proceder responderá por suas atitudes diante da justiça.

Vale salientar que o Transporte Escolar Municipal é coordenado pela Secretaria de Educação. Este serviço é mantido pelo Programa Nacional do Transporte Escolar, do Governo Federal, em parceria com os Municípios e o Governo do Estado, mas a manutenção dos ônibus é uma responsabilidade das Prefeituras, que na maioria das vezes são carentes de recursos para manter tal serviço.

COMPARTILHE

3
COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
  • Fico indignado com tal cena: isto não é atitude de um aluno que se preze. Mesmo sendo professor não poderia jamais usar eufemismos para classificar esse ato de pura molecagem e vandalismo. Esse indivíduo não devia estar frequentando uma sala de aula, pois envergonha àqueles que são realmente estudantes e que viajam grandes distâncias para serem um dia cidadãos vencedores; o que não é o caso desse bagunceiro. Após a identificação do mesmo não seria o caso da SME dar sua transferência? Nossas Escolas não precisam desse tipo de aluno. Aluno? Será que os pais desse moço irão culpar os bancos do ônibus ou darão um corretivo exemplar a seu filho. A essa altura os pais certamente estão envergonhados com essa atitude canalha de seu filho. Caros estudantes, zelem por este patrimônio que é de todos nós. Lembrem-se que até bem pouco tempo vocês não vinham para a Escola porque não havia transporte e dezenas de vocês foram prejudicados. As administrações passam e os bens públicos estarão sempre à disposição da coletividade. Perdoem-me se fui duro em minhas palavras, porém, quem me conhece sabe que não consigo silenciar com atitudes desse tipo, principalmente quando vêm daqueles que deveriam dar bons exemplos de cidadania e bons costumes.

    Prof. Everson.

  • OPINIÃO

    Os pais devem conversar com os filhos e conscientiza-los da necessidade de se manter um veículo em bom estado e que é um bem de todos. Portanto, não danificar, não rasgar os bancos, não andar pelos corredores, não sentar com os pés nos bancos; são condutas obrigatórias. Os estudantes que tanto cobram qualidade no transporte escolar não podem ser os mesmos que o destroem.

Comentários estão fechados.