Estudantes concluintes do curso de auxiliar de enfermagem no município de João Câmara, sentindo-se lesados pelo não recebimento dos certificados de conclusão do curso, usaram a Tribuna Popular da Câmara Municipal de Vereadores nesta segunda-feira(26) para levar o caso ao conhecimento do poder legislativo durante a sessão ordinária.

A denúncia das estudantes dominou grande parte da sessão tendo os vereadores ficado solidários e se prontificando em apoiar a luta das estudantes para conseguirem seus certificados e assim poderem ingressar no mercado de trabalho.

As estudantes informaram que já entraram com ação contra a escola de enfermagem na Promotoria Pública e decidiram tornar o caso do conhecimento do poder legislativo. Elas afirmaram que foram dois anos e alguns meses de estudo, ralando, algumas o sustento tirando da boca dos filhos para pagarem as mensalidades e no final não receberem o certificados.

A escola pertence ao ex-prefeito de Jardim de Angicos, Agnelo Bandeira e era administrada pela irmã Socorro, tendo decretado falência e deixado os estudantes na mão de forma irresponsável. Os estudantes estão dispostos a irem até o fim para que tenham seus direitos garantidos.