Caern oferece descontos de até 25% para clientes em débito

Descontos podem chegar a 25% ou parcelamento em até 36 vezes. Campanha prossegue por mais 30 dias.

130

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) continua a campanha por mais 30 dias para negociar negociar débitos atrasados com dispensa de juros de mora, multas por atraso e multas regulamentares.

Os descontos na dívida podem atingir até 25% ou parcelamento no máximo 36 mensalidades. Além de reintegrar o cliente que teve o serviço suspenso por falta de pagamento, a Caern pretende evitar que os nomes dos inadimplentes sejam inseridos no SPC e Serasa.

A campanha abrange todo o Estado e os inadimplentes devem procurar o atendimento levando uma cópia da conta de consumo de água e/ou serviço de esgotos, além dos documentos pessoais como RG e CPF.

Descontos
Os usuários que possuem apenas ligação de água e pretendem pagar os débitos à vista, a empresa dispensa juros e multas regulamentares (uso da água de forma clandestina, furto de água entre outros), e por impontualidade. Os que têm débitos contraídos antes de dezembro de 2014, a empresa está concedendo desconto de 15% no valor da dívida.

Para os clientes que possuem apenas ligação de esgotos, estes abastecidos por poços tubulares ou com fornecimento de água suspenso, mantendo apenas a ligação para coleta de esgotos, caso escolha pagar os débitos à vista (anteriores a dezembro de 2014), a Caern dispensa juros e multas por impontualidade, além dos valores das multas regulamentares. Para esses a empresa está oferecendo também o desconto de 25% sobre o valor do débito.

Parcelamento
Se a opção do cliente for parcelamento, a companhia exige pagamento de 20% do valor da dívida como entrada e o restante dividido em até 36 vezes mensais, com isenção de juros e multas por atraso, além do abatimento de 50% nas multas regulamentares. Se o cliente for beneficiado com as tarifas Social e/ou Popular, considerado segmento de baixa renda, o parcelamento é feito com entrada de 10%, isenção de juros e multas. Nos casos de corte ou religação não haverá isenção das taxas previstas de acordo com a tabela vigente na empresa.

COMPARTILHE