Descubra qual é o modelo ideal quando for comprar o ar-condicionado

Muitas pessoas ainda costumam ter dúvidas na hora de escolher o aparelho ideal.

120

Existem três opções de refrigeradores de ar no mercado: o aparelho de janela, spilt ou portátil. Para esclarecer como funciona cada um e para quais casos eles são indicados, o diretor da rede Doctor Frio de limpeza e manutenção de ar-condicionado, Abraão Barbosa, listou as opções disponíveis no mercado e os prós e contras de cada uma delas:

Ar-condicionado de janela

Conhecido como ar-condicionado de parede, é o modelo mais tradicional e fácil de ser instalado, sendo necessário apenas um buraco na parede e uma tomada. Ele funciona da seguinte forma: o aparelho retira o calor do cômodo e o transfere para o ambiente externo.

Prós: Geralmente o preço desse tipo de ar-condicionado é mais acessível e ele ocupa menos espaço na parede quando comparado a outro modelos.

Contras: Alguns aparelhos podem produzir ruídos durante o seu funcionamento. Outro ponto é que, dependendo do tamanho do local, ele pode não ser suficiente, pois possui uma capacidade mais baixa de refrigeração quando comparado aos outros modelos.

Ar-condicionado split

Esse tipo de aparelho costuma ser o mais cobiçado, pois ele consome menos energia e é mais silencioso que os outros modelos. Split significa separado em inglês, pois esse tipo de condicionador de ar é separado em duas partes: a evaporadora, que lança o ar gelado para o local, e a condensadora, instalada em um ambiente externo e que realiza o resfriamento do ar.

Prós: Esse modelo costuma ser mais moderno e com mais recursos, não consome tanta energia e possui uma capacidade maior de refrigeração.

Contras: Ele é mais caro que os outros modelos, além da instalação do aparelho ter que ser realizada por um técnico especializado para não correr o risco de perder a garantia do produto.

Ar-condicionado portátil

Esse tipo de ar-condicionado é recomendado para ambientes menores. Seu funcionamento é similar ao do ar-condicionado de janela, retirando o ar quente do ambiente para uma área externa. Ele é indicado principalmente para locais onde não é permitido fazer um furo na parede, como alguns condomínios.

Prós: ele pode ser levado para qualquer local, precisa apenas de uma janela para encaixar a mangueira responsável por expulsar o ar quente do ambiente. Além disso, o próprio equipamento avisa quando é hora de ser retirada a água.

Contras: por ter um tamanho compacto, ele é limitado para ambientes de até 20 m², além de ser mais caro e consumir bastante energia.

Qual é a capacidade de refrigeração para cada espaço?

Além de escolher o modelo ideal para cada tipo de ambiente, é importante se atentar quanto à quantidade de refrigeração necessária para climatizar o espaço em questão. Uma das opções é calcular o BTU (British Thermal Unit = Unidade Térmica Britânica). Essa unidade determina a potência de refrigeração de cada aparelho. A tabela abaixo mostra qual é a capacidade de refrigeração para diferentes tamanhos de ambientes:

Tamanho do ambiente – Capacidade de refrigeração
9 m² 7.500 BTUs
12 m² 9.000 BTUs
15 m² 10.000 BTUs
20 m² 12.000 BTUs
30 m² 18.000 BTUs
Mais de 30 m² Acima de 18.000 BTUs

Limpeza e Manutenção

Para manter o ar-condicionado em prefeito funcionamento, é necessário ficar atento em relação à manutenção e limpeza do aparelho. Para reduzir gastos com a manutenção, o ideal é contratar uma visita técnica uma vez ao mês para confirmar se está tudo certo. Com relação à limpeza, os filtros devem ser limpos a cada 3 ou 6 meses, dependendo do tipo de uso. Vale lembrar que a limpeza é essencial para evitar doenças causadas por bactérias encontradas no aparelho, como a legionário, um tipo de pneumonia causada por uma bactéria comum em aparelhos sujos.

COMPARTILHE