Cerca de 200 toneladas de peixes morreram nesta terça-feira (19) na barragem de Umari, no município de Upanema, região Oeste do Rio Grande do Norte. Produtores perderam 70% do que foi pescado. O prejuízo, segundo a colônia de pescadores da região, pode ultrapassar R$ 1 milhão.

A barragem de Umari possui cerca de 600 viveiros. “A cadeia produtiva sofreu um grande impacto”, disse o criador Alberto Padilha. Treze produtores fazem parte da cooperativa que usa a barragem para a criação de tilápia. Os peixes que morreram seriam vendidos na Semana Santa.

A assessoria do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) informou que uma equipe técnica vai até a cidade nesta quarta-feira (20) para investigar as causas da mortandade.