Câmara de Areia Branca volta a afastar a prefeita Luana Bruno do cargo

A sessão que confirmou a cassação da prefeita foi realizada no final da manhã desta terça-feira(17). O placar foi 8 x 0.

135

A Câmara Municipal de Areia Branca voltou a cassar o mandato da prefeita Luana Bruno (PMDB). A sessão extra foi encerrada no início da tarde desta terça-feira (17). Com a presença de oito vereadores, mais de dois terços da Casa, o legislativo manteve a decisão que já havia tomada no último dia 10, acatando o parecer da Comissão Especial de Investigação (CEI), e cassando a prefeita por crimes de responsabilidade.

A prefeita foi defendida em plenário pelo advogado Vinícius, que argumento sobre a “inocência” da chefe do Executivo, porém, sem convencer os vereadores. O resultado, na verdade, já era esperado. Votaram pela cassação: Netinho Cunha, Antônio Carlos, Tonho da Cohab, Duarte Júnior, Aldo Dantas, João de Berguinho, Sandro Góis e Djalma Souza.

Mantida a cassação do mandato de Luana, a Prefeitura de Areia Branca fica nas mãos da vice-prefeita Lidiane Garcia (PHS), que já havia sido empossada no cargo na semana passada. Os advogados de Luana Bruno já recorreram da decisão ao Tribunal de Justiça do Estado (TJRN), uma vez que o processo recebeu aval da Justiça de primeiro grau. Luana Bruno foi acusada de ter praticado vários crimes de probidade administrativa, denunciados, inclusive, pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais.

COMPARTILHE